top of page
  • Foto do escritorAline Silva | PhishX

Padrões de segurança para meios de pagamento e sua importância

O avanço da tecnologia nos trouxe uma série de comodidades, uma delas sem dúvida são os meios de pagamentos e sua facilidade. Se antes precisávamos ir até uma lotérica ou em uma agência bancária para pagar uma conta, hoje realizamos todos os processos em poucos segundos pela tela do nosso celular.


Quem aí se lembra do cheque? Onde para realizar o pagamento ou receber uma quantia era necessário compensá-lo, coisa que demorava alguns dias para ser feito.

Graças à tecnologia, todos esses processos burocráticos ficaram para trás, hoje contamos com uma série de meios de pagamentos online. Entretanto, essa facilidade carrega alguns riscos à segurança de todos.


Em muitos casos podem ocorrer fraudes ou perda de quantias consideráveis, o que acarreta uma série de problemas e pode fazer com que a sua segurança fique em risco.

Neste artigo apresentamos o que são padrões de segurança para meios de pagamentos e por que eles são tão importantes, tanto para as empresas como para todas as pessoas que utilizam essas formas de pagamento.


Meios de pagamentos e seus padrões de segurança


Como mencionado acima, atualmente contamos com uma série de meios de pagamentos, grande parte deles são feitos de forma online, rápida e de qualquer lugar.

Hoje não precisamos sair de casa para comprar uma roupa, um computador ou até mesmo um celular, pois a maioria das lojas disponibiliza as compras de forma online.


Com isso podemos realizar os pagamentos através do:

· Cartão de débito

· Pix;

· Cartão de crédito;

· Boleto.


Essas facilidades nos trouxeram mais comodidade e agilidade para o nosso dia a dia.

Com isso, as formas de pagamentos digitais estão tão incorporadas em nosso cotidiano, que cada vez menos pessoas têm usado dinheiro físico para pagar suas contas ou realizar transações.


De acordo com uma pesquisa realizada pela Opinion Box, 79% das pessoas têm usado cada vez menos dinheiro e 65% acreditam que os meios digitais vão acabar com o dinheiro de papel no futuro.


Podemos interpretar essa pesquisa de algumas formas, a primeira sem dúvidas é a facilidade que esses meios de pagamentos oferecem para nós. A segunda se deve ao fato da segurança.


As pessoas não querem sair de casa carregando uma certa quantia de dinheiro físico, por medo de furtos e assaltos.


Porém, muitos se esquecem que essa preocupação com a segurança também deve fazer parte dos pagamentos online, pois muitos criminosos acabam se aproveitando desses meios de pagamentos para aplicar golpes.

Por isso é preciso ficar atento às certificações e sites que oferecem selos de pagamentos seguros.


Esses selos sinalizam que a página oferece uma navegação segura e o seu objetivo principal é transmitir confiança ao visitante.


Para uma página ser realmente segura, é preciso observar alguns aspectos, mas sem dúvidas os selos e os certificados já garantem mais credibilidade para as empresas.

Afinal, essas regulamentações auxiliam as pessoas na segurança das suas transações.


O que é PCI Compliance?


PCI Compliance, ou PCI DSS (Payment Card Industry Data Security Standard), em português quer dizer Padrão de Segurança de Dados para a Indústria de Pagamentos com Cartão, essa sigla é a certificação de segurança internacional reconhecida no mercado de pagamentos.


Essa certificação é necessária para todas as organizações que processam, armazenam e transmitem dados de cartões.


A PCI foi criada em 2006, e trata-se de um conjunto de diretrizes de segurança que precisam ser seguidas por instituições que processam dados sensíveis de cartão, como:

· Nome do portador;

· Número do cartão;

· Validade;

· CVV.


O seu objetivo é garantir segurança em todos o processamento de transações realizadas via cartão, dessa forma, ela protege as informações pessoais e consegue evitar casos de fraudes e apropriação indevida de dados.


O PCI é regido e mantido pelo PCI SSCC (PCI Security Standards Council ou Conselho de Padrões de Segurança PCI). Trata-se de um conselho fundado pelas maiores bandeiras da indústria de cartões: Visa, MasterCard, American Express, JCB e Discover.


Antes dessa certificação ser criada, cada entidade tinha seu próprio programa de segurança. Dessa forma, caso alguma instituição desejasse processar sua forma de pagamento com a Visa, por exemplo, ela tinha que cumprir suas normas.


Até aí tudo bem, o problema era que essa empresa não conseguia conversar com a Visa. Com isso, surgiam inúmeros ruídos de comunicação e de procedimento, o que poderia desencadear uma série de problemas para quem consumia dessa organização.


Em consequência desses problemas e para que existisse uma normatização, e com isso um comum acordo entre todas as partes envolvidas, sejam organizações ou as bandeiras da indústria de cartões, surge o PCI Compliance.


O PCI não tem fins lucrativos, e de acordo com Guilherme Scheibe, diretor regional Brasil do PCI Security Standards Council, ela é uma entidade que necessita de feedback do mercado.


Por isso, conta com a participação de inúmeras empresas que auxiliam na organização e participação desse programa.


Esse é um certificado fundamental para as empresas, somente dessa forma as pessoas que realizam suas transações online, se sentem mais seguras.


A certificação é obrigatória


É importante que tanto a sociedade como as organizações entendam a importância do PCI Compliance, pois graças a sua criação as transações se tornam mais seguras.


Dessa forma, essa é uma certificação que deve ser aplicada em qualquer empresa que processe, armazene e transmita dados de cartão de crédito e débito.


Isso independe do tamanho da organização ou do volume de transações processadas. As organizações que não se adequam às normas, estão sujeitas a receber multas e muitas vezes são descredenciadas junto às operadoras e bandeiras de cartões.


Essa certificação faz com que a organização passe mais segurança para as pessoas, isso traz mais credibilidade e torna o ambiente online mais seguro para as transações.


Importância do PCI Compliance


Como você percebeu, a PCI Compliance é a forma mais segura para realizar suas transações. Portanto, as empresas que seguem esse regulamento são as mais indicadas para efetuar suas compras online.


Isso acontece, pois as instituições precisam seguir uma série de regras para se enquadrar no PCI Compliance e dessa forma, receber o certificado.


São elas:

· Construção e manutenção de uma rede segura;

· Proteção das informações dos portadores de cartões;

· Criação de um programa de controle de vulnerabilidades;

· Implementação de medidas sólidas de controle de acesso;

· Monitoramento constante das redes via testes;

· Elaboração de uma política de segurança da informação.


Somente dessa forma as organizações estão aptas para receber o seu certificado e com isso demonstrar a certificação para os clientes.


Como identificar se um site é seguro?


É importante se atentar aos sites em que você navega, as promoções podem ser tentadoras, o que faz com que muitas vezes cliquemos em links sem nem ao menos nos questionar se ele é seguro.


Como demonstramos neste artigo, a regulamentação e certificação do PCI compliance auxilia na segurança de todas as transações financeiras realizadas nos sites.


E como é possível saber se a página que você está navegando é segura? Existem alguns sinais que podem te indicar se um site é verdadeiro.


Navegação lenta


O primeiro passo é observar a navegação e como é o layout dessa página, se ela está harmônica e se tudo se encaixa direito, ou se as cores, as palavras, informações e fotos estão estranhas.


Lembrem-se os sites oficiais contam com uma equipe especializada, que cuidam de todo o processo de navegação, sempre deixando a página intuitiva, o que te auxilia a navegar por ela.


Dessa forma, tudo que foge desse padrão, deve levantar suspeitas.


Busque por selos


Uma das exigências para solicitar o certificado de segurança é a proteção das informações dos portadores, que consiste em proteger todos os dados sensíveis do titular do cartão, que possam ser utilizados em fraudes.


Para isso, é necessário utilizar criptografia sempre que for transmitir dados em uma transação de pagamentos.


É justamente nesse ponto que entram os selos de segurança, eles certificam que um site é seguro.


O certificado de SSL, Secure Sockets Layer, por exemplo, é um certificado digital que autentica a identidade de um site e com isso possibilita conexão criptografada.


Dessa forma, ele cria um link criptografado entre um servidor Web e um navegador Web, tornando todas as transações mais seguras.


O SSL pode ser encontrado no fim da página ou durante o processo de compra no carrinho.


Pesquise a empresa nos sites de busca


Se você quer ter certeza de que a instituição que você está comprando possui o certificado de PCI Compliance, você pode fazer uma simples busca.

Para isso, digite o nome da empresa e pergunte ao buscador se ela possui a certificação PCI Compliance.


Geralmente as empresas que possuem esse certificado costumam criar uma página exclusivamente para falar sobre a PCI Compliance e mostrar para todos que consomem seus produtos e realizam transações, que de fato o seu site é seguro.


Conscientização sempre


Como vimos, é fundamental prestar atenção em uma série de fatores para se certificar que de fato um site é seguro. A PCI Compliance ajuda em todo esse processo de identificação, entretanto precisamos estar atentos aos sites que navegamos.


Por isso é tão importante que as empresas realizem um programa de conscientização com todos que trabalham, independente da equipe ou cargo.


Isso auxilia todos a identificar se um site é seguro, afinal, com o advento do home office as pessoas utilizam seus computadores para realizar transações em site, tornando o aparelho vulnerável a ataques cibernéticos.


Essas ameaças possuem um forte impacto nas instituições, e, muitas vezes, os colaboradores não têm ciência dos riscos e perigos que um simples clique pode ter.


Assim, os ataques cibernéticos podem parar a produção das organizações e com isso acarretar uma série de prejuízos financeiros ou relacionados à reputação.


Dessa forma, a conscientização é chave de todas as transações seguras, trazendo inúmeros benefícios para todos, tanto para a vida pessoal como para a profissional. Além disso, as empresas se beneficiam com toda política de segurança da informação.


Nós da PhishX levamos a cibersegurança como prioridade e auxiliamos as organizações em todos os processos, pois sabemos como esse tema é necessário para a sociedade.

Em nosso ecossistema você consegue criar diversas campanhas e aprimorar cada vez mais a política de segurança da informação.


Quer saber mais sobre o ecossistema PhishX? Entre em contato com nosso time de vendas e conheça nossas soluções.



mão segurando um celular ao lado de um notebook
Saiba como os padrões de segurança são importantes para os meios de pagamento

21 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page