top of page
  • Foto do escritorAline Silva | PhishX

Quais os desafios e tendências emergentes de cibersegurança para o setor financeiro?

A cibersegurança é uma batalha constante entre as empresas do mundo todo, mas principalmente no setor financeiro. 


Em um mercado que evolui a cada dia, essas organizações enfrentam desafios cada vez mais complexos no que diz respeito à segurança de dados. 


Como é possível criar um ecossistema digital mais seguro? Apesar dos inúmeros desafios, existem algumas tendências que podem ajudar na segurança cibernética. 


A tecnologia é uma grande aliada para esse setor e pode fazer a diferença na mitigação dos riscos. 


Quer saber mais? Separamos os principais desafios e as melhores tendências do mercado financeiro referente a cibersegurança para te auxiliar a se proteger. Continue lendo e saiba mais. 


Afinal, quais são os desafios do setor financeiro? 


O setor financeiro enfrenta uma série de desafios que podem colocar em risco suas operações. Por lidar com muitas informações e dados sigilosos, é importante se atentar aos riscos para que possam ser mitigados. 


Ransomware 

 

O ransomware é sem dúvidas uma das maiores preocupações para o setor financeiro. Seus ataques podem paralisar operações e comprometer a segurança de dados de clientes e parceiros. 

 

Segundo dados da IBM, o ransomware foi o segundo ataque mais comum no ano de 2022, ficando atrás apenas das ameaças de phishing. 

 

Esses ataques são perigosos, pois envolvem a criptografia dos dados das vítimas. Com essas informações, os criminosos exigem resgates em troca da chave de descriptografia, causando prejuízos financeiros significativos. 

 

O ransomware é uma ameaça dupla, pois além de prejudicar a integridade dos dados, também exige pagamentos para a sua recuperação. 

 

Esses ataques começam com a infecção de algum sistema, que pode ocorrer por meio de:  

  • E-mails phishing; 

  • Sites comprometidos; 

  • Vulnerabilidades não corrigidas em software.  

 

Uma vez instalado na rede, ele se espalha rapidamente, criptografa arquivos e com isso os criminosos utilizam chantagem para extorquir suas vítimas. 


Ameaças relacionadas ao serviço de nuvem 

 

Com a adoção da computação em nuvem, a segurança dos dados armazenados e processados em servidores remotos tende a ficar vulnerável. 

 

O uso das aplicações em nuvem não é necessariamente perigoso. Porém, existem alguns pontos fracos de segurança com os quais as organizações devem se preocupar. 

 

Um desses pontos é o vazamento de informações. Isso ocorre porque as URLs dessas aplicações geralmente são acessíveis publicamente para upload e download de arquivos. Portanto, caso controles de segurança impróprios sejam utilizados, esses dados podem ser vazados. 

 

Outro risco bastante comum é o sequestro de conta. Os criminosos podem obter informações de login e, com isso, acessar dados confidenciais armazenados nas nuvens ou até mesmo explorar as vulnerabilidades na infraestrutura das redes. 

 

Por último, as ameaças internas são muito perigosas e podem ocorrer com qualquer pessoa que desconheça os riscos relacionados à cibersegurança. Qualquer acidente, por mínimo que seja, pode tornar as informações públicas. 


Descaso com a cibersegurança 


As empresas do setor financeiro enfrentam ameaças cibernéticas constantes, por se tratar de um setor que lida com informações sensíveis. Os criminosos intensificam seus ataques nessas organizações. 

 

Entretanto, muitas dessas instituições não tratam a cibersegurança como prioridade, o que pode se tornar um grande risco. Abrir brechas de segurança e permitir que os criminosos explorem as vulnerabilidades. 

 

Por isso, é fundamental que as organizações invistam em cibersegurança e preparem os seus colaboradores para lidar com as ameaças cibernéticas. 


Pessoas treinadas que entendem os riscos de segurança são capazes de proteger a organização de ataques. 


Quais as tendências emergentes de cibersegurança? 


Assim como as ameaças surgem a todo tempo, existem algumas tendências emergentes no setor financeiro que ajudam a mitigar os riscos relacionados à cibersegurança. Veja a seguir quais são elas.


Inteligência Artificial 


A Inteligência Artificial é, sem dúvidas, uma revolução para o setor financeiro. Com sua rápida evolução, tornou-se uma aliada importante para as organizações na batalha contra as ameaças cibernéticas. 

 

A proteção de dados para esse setor é essencial. Portanto, a adoção dessas inovações é uma necessidade urgente. 

 

Com o uso da inteligência artificial, as empresas têm respostas em tempo real. Conseguem alimentar os algoritmos que aprendem com cada interação, além de identificar padrões complexos em grandes volumes de dados. 

 

Dessa forma, é possível detectar ameaças avançadas, identificar fraudes financeiras e mitigar os riscos de segurança. 

 

A IA tem se tornado cada vez mais necessária para as organizações do setor financeiro. À medida que os criminosos aprimoram suas táticas, a capacidade de detecção de ameaças precisa evoluir na mesma velocidade. 


Segurança de Confiança Zero 


A segurança de confiança zero é uma camada a mais de segurança. Ela pressupõe que ninguém e nada, de dentro ou fora de uma rede, deve ser confiável automaticamente. 

 

Dessa forma, as equipes devem promover a autenticação e verificação contínua e rigorosa, e limitar o acesso somente a pessoas necessárias. 

 

Isso estabelece segurança e limita o acesso a pessoas não autorizadas às informações sensíveis e dados importantes. 


Proteção de Identidade Digital 


A autenticação multifatorial é muito importante para o setor financeiro e complementa as ações de segurança de confiança zero. 

 

O uso de identidades digitais confiáveis e biometria está se tornando cada vez mais eficaz no combate ao roubo de identidade. 

 

Com o uso da proteção digital, você permite que somente pessoas autorizadas tenham acesso aos sistemas. A autenticação dificulta o acesso de criminosos a sistemas e permite mais segurança. 


Conscientização contínua é necessária? 


Essas tecnologias são uma camada extra na segurança de informações confidenciais armazenadas diariamente pelo setor financeiro. Mas além da tecnologia, é importante entender que muitos desafios desse setor surgem de erros e falhas humanas. 

 

O ransomware, por exemplo, é causado por pessoas que desconhecem os riscos de cibersegurança e acabam clicando em algum link, permitindo que os criminosos explorem as brechas de segurança. 

 

Os vazamentos de dados nos serviços de nuvens podem surgir pelo acesso indevido, muitas vezes intensificado pelo uso de senhas fracas. Por isso, as pessoas precisam compreender a importância que os acessos oferecem para a segurança da empresa. 

 

Além disso, para estabelecer a Segurança de Confiança Zero, as pessoas precisam compreender que a cibersegurança é uma tarefa de todos e, por isso, os acessos precisam ser controlados. 

 

Para que as pessoas entendam os riscos e saibam como se proteger, é preciso que as organizações invistam em treinamentos e conscientização sobre segurança da informação. 

 

As tecnologias emergentes são importantes, mas elas sozinhas não conseguem mitigar os riscos.  

 

Lembrem-se que as pessoas estão na linha de frente da organização e lidam diariamente com os dados e informações sigilosas, por isso elas precisam ser treinadas. 

 

Portanto, a conscientização é uma ferramenta importante para as empresas do setor financeiro no combate a ameaças cibernéticas.  

 

Os treinamentos e simulações de ataques, aliados às tecnologias emergentes, combatem os riscos. 

 

Dessa forma, quando as organizações investem nessas tendências e dão a devida atenção para a cibersegurança, conseguem proteger os dados, evitar vazamento de informações e diminuir as vulnerabilidades em seus sistemas. 


A PhishX na solução dos desafios do setor financeiro

 

A PhishX é um ecossistema especializado em cibersegurança. Levamos conhecimento sobre segurança e privacidade para todas as pessoas. 

 

Por meio da nossa plataforma, as empresas do setor financeiro podem educar os seus colaboradores e parceiros e iniciar uma política de cibersegurança.  


Com isso, é possível preparar as pessoas para que elas saibam se proteger das ameaças. Veja a seguir algumas das ações possíveis por meio do nosso ecossistema. 


Criação e Execução de Campanhas  

Como falamos no decorrer deste texto, a conscientização deve ser aliada das tecnologias emergentes. Por meio da nossa plataforma, as empresas do setor financeiro podem criar e executar campanhas de conscientização. 

 

Dessa forma, as organizações educam as pessoas sobre os riscos de ransomware, senhas fracas, phishing e engenharia social. Essas campanhas são fundamentais para fortalecer a segurança das organizações. 


Disparo de comunicados 

Nossa plataforma oferece o disparo de comunicados. Para que a cibersegurança faça parte da sua organização, é preciso que todas as pessoas sejam comunicadas sobre ações, treinamentos e riscos voltados para a segurança de dados. 

 

Uma comunicação efetiva faz toda diferença na mitigação dos riscos. Dessa forma, os colaboradores e parceiros vão estar cientes sobre tudo que acontece na organização e todos vão estar alinhados. 


Testes e simulações de phishing 
 

O phishing é muito prejudicial para as empresas do setor financeiro. É por meio de e-mails que os cibercriminosos enviam links maliciosos visando invadir os sistemas. Caso alguma pessoa clique neles, abre brechas de segurança e permite o ataque desses crimes. 

 

A PhishX realiza testes de simulações de ataques de phishing. Com isso, as organizações financeiras conseguem avaliar a maturidade das pessoas e entender quais os riscos que podem afetar sua empresa. 


Acesso Fácil aos treinamentos 

 

Por meio da nossa plataforma, é possível ter acesso em tempo real aos treinamentos e simulações. Com isso, é possível monitorar as equipes e saber quais pessoas caíram nos testes e quais delas finalizaram os treinamentos.  

 

Isso permite que as organizações monitorem o progresso dos colaboradores e identifiquem as áreas que necessitam de melhorias. 


Integração e Automação de Processos 

 

Através da API da PhishX, as instituições podem integrar nossa plataforma com sistemas internos, como SIEM e Analytics, para automatizar processos de segurança cibernética e melhorar a eficiência operacional.  

 

Permitindo a gestão completa e integração dos dados, além de facilitar auditoria e conformidade com dados. 


Uso da Inteligência Artificial 

Como vimos, a inteligência artificial é o futuro não apenas do setor financeiro, mas em tudo que envolve a tecnologia. Nossa plataforma conta com o uso da IA para traduzir e localizar conteúdos em diversos idiomas.  

 

Dessa forma, é possível ampliar os materiais de conscientização e traduzir vídeos, áudios e textos. Além disso, a PhishX AI é perfeita para empresas globais.  

 

Nossa tecnologia assegura que cada pessoa, independentemente do seu idioma, receba os treinamentos e comunicados sobre a organização. 

 

Isso facilita o processo de implementação de segurança de informação e garante que todas as pessoas da instituição recebam os treinamentos de maneira correta. 

 

A PhishX oferece uma variedade de recursos e benefícios que auxiliam as organizações do setor financeiro a fortalecerem sua postura de segurança cibernética. Entre em contato conosco, agende uma conversa e saiba mais. 



Uma mulher branca que uso óculos em frente a um computador ao fundo aparece mais alguns monitores.
Conhecer os desafios e tendências para a cibersegurança é fundamental para as organizações

  

14 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page