top of page
  • Foto do escritorAudrey Fontelas

Inteligência artificial: Quais são os riscos que a tecnologia pode causar na vida das pessoas?

A tecnologia está em constante transformação. Podemos observar essa evolução quando falamos da inteligência artificial que cada vez mais está inserida no cotidiano das pessoas, mas quais são os riscos que essa tecnologia pode ocasionar?


A inteligência artificial pode ser considerada uma aliada das pessoas, ajudando no bem-estar, estudos e trabalho.


Um exemplo dessa ligação aparece na pesquisa realizada pela ILUMEO Data Science Company, o levantamento apontou que no segundo semestre de 2022, 91% das pessoas entrevistadas já usaram uma assistente virtual.


Porém, a inteligência artificial não está presente somente nas casas inteligentes. Conseguimos encontrar a utilização dessa tecnologia no ChatGPT e na técnica do Deepfake.


Mas, o seu uso pode colocar a segurança e a privacidade dos dados em risco, recentemente ocorreu um vazamento de dados sensíveis e históricos de conversas no ChatGPT. Dessa maneira, expondo informações ao universo digital.


Venha conosco e descubra mais sobre a IA, inteligência artificial, os riscos que ela pode causar na sua segurança e como se proteger.


Quais são os riscos do uso da inteligência artificial para a segurança dos dados?


Os riscos do mal-uso da inteligência artificial podem ser imensuráveis para a sociedade e as organizações. Gerando grandes conflitos em escala global, perdas financeiras, reputações manchadas, manipulação das pessoas e desinformação.



Dessa maneira, podendo prejudicar relações entre países e gerar possíveis conflitos.


A utilização e o investimento da inteligência artificial pode aumentar com os anos. O relatório feito pela Kinea Investimento, mostrou que o mercado global de inteligência artificial movimentou US$ 383 bilhões em 2021 e US$ 450 bilhões em 2022.


Para 2023, a expectativa é ultrapassar o valor de US$ 450 bilhões movimentados, crescendo com os anos até atingir US$ 900 bilhões em 2026, um crescimento de 19%.


Entretanto, é preciso utilizar essa tecnologia com consciência para que o uso dela seja positivo para todas as áreas do mundo.



Porém, ultimamente os noticiários estão retratando notícias negativas sobre o uso da inteligência artificial.


Consequências da utilização da IA


Nos últimos dias, a imagem do Papa Francisco vestindo um casaco, fugindo dos padrões de roupas viralizou nas redes sociais. O conteúdo foi visto por milhares de pessoas ao redor do mundo e gerou um desconforto na comunidade cristã.


A foto foi criada utilizando a inteligência artificial, através da técnica do Deepfake. Porém, foi divulgado pelas pessoas como uma imagem verdadeira.


Outro caso que repercutiu no mundo foi a divulgação da imagem do ex-presidente dos Estado Unidos sendo preso. No entanto, a foto que circula pelas redes sociais foi criada através também da técnica do Deepfake e resultando em várias pessoas enganadas.


Por conta do aumento nos casos envolvendo a utilização da inteligência artificial no dia a dia das pessoas, se abriu um debate entre os maiores líderes de tecnologia do mundo sobre o tema.


A inteligência artificial precisa ser parada para não causar riscos para as pessoas?


O avanço do ChatGPT nos últimos meses e a corrida das indústrias de tecnologia para utilizar técnicas de inteligência artificial ligou um alerta vermelho para os líderes mundiais.



Na carta podemos encontrar nomes como Elon Musk, Steve Wozniak, instituições de Oxford, Cambridge, Stanford e Columbia. Além de organizações como Google, Microsoft e Amazon.


Os pontos apontados na carta tratam das vulnerabilidades de segurança que podem existir na plataforma, a falta de transparência e como essa tecnologia pode impactar na vida das pessoas.


Alguns países já estão tomando medidas sobre essa tecnologia. Por exemplo, a agência de proteção de dados da Itália, Garante, proibiu o acesso do ChatGPT no país.


A criadora da tecnologia planeja apresentar respostas sobre a investigação de violação de regras de privacidade pelo chatbot na Itália.


As questões a serem respondidas são sobre a falta de verificação de idade dos usuários e sobre não ter uma base legal que justifique a coleta e armazenamento massivo de dados pessoais das pessoas.


Existem outros motivos para o alerta vermelho ter sido ligado por especialistas.


Segundo o relatório realizado pelo banco de investimentos Goldman Sachs apontou que a inteligência artificial pode substituir o equivalente a 300 milhões de empregos em tempo integral.


Dessa maneira, substituindo pessoas por robôs e causando possíveis dificuldades socioeconômicas.


No entanto, existem possíveis caminhos a seguir para solucionar algumas questões que estão sendo levantadas nos últimos meses.


Quais são as maneiras para solucionar as desconfianças e garantir a segurança?


A tecnologia pode evoluir continuamente, mas os criadores precisam ser transparentes e garantir a segurança e a privacidade das pessoas e dos dados.


Minimizar os possíveis riscos é uma peça fundamental para o sucesso das ferramentas que utilizam a inteligência artificial, como aumentar a segurança do sistema operacional para evitar vazamentos de dados sigilosos.


Dessa forma, ser transparente com as organizações, pessoas e órgãos governamentais.


Além de transformar a IA em uma aliada da sociedade e não como uma oponente, mudar esse pensamento das pessoas é um passo muito importante.


Mostrar para as pessoas e líderes que as duas podem andar juntas, pode ajudar na mudança de pensamentos.


O uso da inteligência artificial precisa ser com consciência e responsabilidade pelos seus usuários. A implementação de processos de conscientização dentro das organizações sobre a IA é o primeiro passo para uma sociedade informada e responsável.


Além das propagandas audiovisuais, conteúdos nas mídias sociais e nos noticiários para que a conscientização das pessoas seja realizada em uma escala maior.


A conscientização sobre a IA pode ser em conjunto com as ameaças cibernéticas, ataques e como se proteger deles. Dessa maneira, as pessoas vão estar conscientes sobre os riscos que existem no mundo digital.


Como o ecossistema PhishX pode ajudar no processo de conscientização?


O processo de conscientização sobre a inteligência artificial precisa ser completo, abrangendo os riscos cibernéticos e como se proteger deles. E, o ecossistema PhishX pode auxiliar a sua organização no processo.


A ferramenta da PhishX é uma solução para evitar que ocorra um ataque cibernético bem-sucedido contra a sua organização. A nossa plataforma vai muito além de ser uma biblioteca de conteúdos sobre segurança digital, somos um ecossistema que levamos comunicados, informações e conscientização para todas as pessoas dentro das organizações.


Dessa forma, realizamos campanhas, simulados e disparos de comunicados para todas as equipes nas plataformas de comunicação, como WhatsApp, e-mail e Telegram.


Além disso, os líderes de cada time podem acompanhar o processo de conscientização individualmente dos seus liderados. E, a nossa equipe de customer success presta todo o suporte necessário durante todo o processo.


Sendo assim, uma ferramenta completa para seus usuários.


Converse com o time da PhishX


A conscientização das pessoas sobre a IA e os riscos cibernéticos é fundamental para a segurança dos dados. E, que a PhishX pode ajudar a sua organização nesse processo.


Por que não dar o primeiro passo para a segurança dentro do ambiente corporativo?




No fundo da imagem temos uma mão de um robô segurando um smartphone e tocando a tela. Na frente da imagem temos a legenda "inteligência artificial: Quais são os riscos que a tecnologia pode causar na vida das pessoas?”
Inteligência artificial: Quais são os riscos que a tecnologia pode causar na vida das pessoas?

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page