top of page
  • Foto do escritorAline Silva | PhishX

Você sabe o que é segurança em T.I e sua importância?

A tecnologia está presente em diversos aspectos da nossa rotina, mas principalmente nas empresas. Essas inovações são responsáveis por facilitar o dia a dia dos colaboradores e melhorar a relação com os clientes.


Entretanto, assim como a tecnologia trouxe novas facilidades, ela também apresentou à sociedade diversos perigos e riscos voltados para a segurança das empresas.


Afinal, as organizações lidam com uma série de informações diariamente e, com isso, se tornam um alvo fácil para que cibercriminosos cometam crimes. Por isso, a segurança em T.I é tão importante para as empresas.


Quando falamos de segurança em T.I, nos referimos a estratégias de proteção para instituições na concepção do mundo físico.


Esse é um tema um pouco complexo, mas essencial para que as empresas saibam proteger seus dados. Quer saber um pouco mais sobre a segurança em T.I? Continue lendo este artigo que vamos te explicar um pouco mais sobre o assunto.


O que é segurança em T.I?


Se antes era preciso se preocupar com a segurança de documentos, sua localização ou até mesmo acesso não autorizado a esses arquivos, com a tecnologia essas preocupações mudaram.


Atualmente, as atenções estão voltadas aos sistemas de informação. Afinal, são esses espaços que armazenam dados e informações sigilosas.


Podemos definir a segurança de TI como um conjunto de estratégias de segurança digital que tem como objetivo impedir o acesso não autorizado a ativos como:


  • Computadores;

  • Dados;

  • Redes.


Sendo assim, ela é responsável pela integridade e confidencialidade das informações e dados que são armazenados em uma organização, bloqueando o acesso de pessoas não autorizadas.


Portanto, a segurança em T.I busca defender as instituições de ataques e crimes virtuais, garantindo assim a proteção dos ativos. Além disso, ela é responsável por rastrear novos erros, riscos e, com isso, prever e mitigar novas ameaças.


É preciso entender que a cibersegurança é um termo muito complexo e entende que não existem soluções prontas ou respostas fáceis. 


Ela é feita de várias etapas, inovações, análises e aprendizagem. Por isso, é importante estar em constante evolução para saber lidar com as ameaças que surgem no mercado.


Diferença entre a segurança de TI e da informação


Por mais que pareça ser o mesmo, saiba que a segurança de TI e a da informação são tipos diferentes de segurança.


Isso porque a segurança da informação diz respeito às ferramentas usadas para proteger informações corporativas de invasões; dessa forma, ela assegura que esses dados estejam acessíveis somente a pessoas autorizadas.


Para que isso seja possível, são implementadas políticas, processos e métodos que auxiliam as equipes a protegerem as informações.


Já a segurança de TI diz respeito à segurança de dados virtuais, por meio da segurança de rede do computador.


Dessa forma, essa equipe é responsável por proteger as instituições de ameaças capazes de infectar dispositivos de rede, que incluem:



  • Malware;

  • Ransomware;

  • Spyware;

  • Vírus.


Um passo muito importante para a proteção dos dispositivos é a conscientização. Pois é por meio de uma educação voltada para a cibersegurança que as pessoas são capazes de se proteger de ataques e evitar que um software malicioso se instale nos dispositivos.


Em resumo, a segurança da informação cuida dos dados e informações da empresa, clientes e colaboradores. Já a segurança em TI cuida dos dispositivos, para que não sofram nenhum ataque.


É importante entender que ambos são necessários para manter as organizações em segurança, e por mais que cuidem de informações diferentes, o seu propósito é o mesmo: evitar que as empresas sofram algum tipo de ataque.


Um passo muito importante para a proteção dos dispositivos é a conscientização. Pois é por meio de uma educação voltada para a cibersegurança que as pessoas são capazes de se proteger de ataques e evitar que um software malicioso se instale nos dispositivos.


Em resumo, a segurança da informação cuida dos dados e informações da empresa, clientes e colaboradores. Já a segurança em TI cuida dos dispositivos, para que não sofram nenhum ataque.


É importante entender que ambos são necessários para manter as organizações em segurança, e por mais que cuidem de informações diferentes o seu propósito é o mesmo, evitar que as empresas sofram algum tipo de ataque. 


Como funciona?


Agora que você já entendeu o que é a segurança de TI, vamos explicar um pouco melhor como ela funciona e qual sua importância nas organizações.


Saiba que ela é responsável por garantir a confidencialidade dos dados de uma instituição. Além disso, ela é construída em torno de uma tríade formada pela confidencialidade, integridade e disponibilidade de sistemas e arquivos.


O seu objetivo principal é garantir que as informações sensíveis sejam disponibilizadas somente a pessoas autorizadas, garantindo que não serão modificadas sem a devida permissão.


Dividimos a segurança de TI em algumas fases; veja a seguir quais são elas.


Segurança de Rede


Ela é usada para impedir que pessoas não autorizadas ou mal intencionadas entrem na rede; esse tipo de segurança é importante, pois impede que criminosos acessem dados e informações confidenciais.


Outro ponto importante da segurança em rede é que ela impede que os cibercriminosos afetem de maneira negativa a capacidade dos colaboradores de acessarem a rede, o que pode gerar uma série de transtornos.


Segurança na nuvem


Ela auxilia a proteger o uso da nuvem pública e de aplicações de software como um serviço (SaaS). Essa segurança é fundamental para as organizações, afinal, cada vez mais os dados e identidades estão sendo movidos para essas aplicações.


As nuvens são revolucionárias e permitem que as pessoas tenham acesso a esses dados a qualquer hora e lugar. Entretanto, como as pessoas se conectam diretamente pela internet, elas ficam desprotegidas e abrem brechas de segurança.


Por isso, a segurança em nuvem faz parte da segurança em TI e é tão importante para as instituições.


Segurança de Internet


Essa segurança monitora o tráfego da entrada da internet por malware. Ela é responsável por proteger as informações enviadas e recebidas nos navegadores. Ela costuma vir na forma de firewalls, antimalware e antispyware.


Segurança de aplicações


A segurança de aplicações é responsável por codificar as aplicações no momento em que elas são criadas; isso garante que tenham o máximo de segurança, o que ajuda a garantir que não se tornem vulneráveis a ataques.


Segurança de endpoint


Quando falamos de segurança de endpoint, nos referimos a proteção no nível dos dispositivos, que são eles:


  • Celulares;

  • Tablets;

  • Laptops;

  • Computadores.


Sua função é impedir que esses dispositivos acessem redes mal-intencionadas que criem brechas na segurança da empresa.


A Phishx como aliada da segurança em TI


Como você percebeu, a segurança em TI é muito importante para as empresas, por exercer a função de proteger os dados e dispositivos. Afinal, qualquer ataque ou brecha na segurança pode acarretar uma série de problemas.


A PhishX é um ecossistema voltado para a conscientização de pessoas. É preciso entender que muitas falhas são geradas por erros humanos, por isso a educação em cibersegurança é uma aliada da segurança em TI.


Por meio de ações de conscientização, as pessoas se tornam mais atentas para reconhecer os ataques e saber proteger seus dados e os da empresa.


Nossa plataforma conta com simulações de phishing que auxiliam a organização a entender o nível de maturidade de cada equipe, o que permite que os treinamentos e campanhas sejam mais efetivos.


Além disso, contamos com diversos materiais onde as pessoas podem ter contato com informações sobre cada ataque e o que deve ser feito para se proteger. Isso permite que todos tenham autonomia e mantenham a segurança da instituição.


Nosso ecossistema consegue oferecer dados e informações que permitem que a equipe de TI mensure as ações e tenha controle sobre as pessoas e como elas lidam com esses ataques.


Para que a segurança em TI seja efetiva, é necessária uma série de ações. Além de recursos e proteção de dispositivos e dados, é preciso conscientizar as pessoas para que o erro humano não abra brechas e facilite invasões.


Quer saber um pouco mais sobre o nosso ecossistema e como a nossa solução pode auxiliar a sua equipe de TI? Entre em contato com o nosso time de vendas e saiba como a PhishX pode te ajudar.



Homem segurando um tablet na sala de servidores.
A segurança em T.I é muito importante para as organizações.

9 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page