top of page
  • Foto do escritorAline Silva | PhishX

Como proteger sua privacidade online?

Na era digital a privacidade está cada vez mais ameaçada, você já parou para pensar em quantas redes sociais tem contas e em como milhares de pessoas podem ter acesso a suas fotos, nome, amigos e até quem você está namorando?


A definição de privacidade se refere ao direito à reserva de informações pessoais e da própria vida pessoal. Entretanto, hoje em dia esse direito não é bem respeitado, nem pelas pessoas, nem pelas empresas.


Mas é importante lembrar que a privacidade é um dos direitos humanos fundamentais para a dignidade humana e autonomia, e ela está relacionada ao nosso direito de controlar os tipos de compartilhamento e o uso das informações sobre nossas vidas.


Saiba que a privacidade não é essencial apenas para as pessoas, mas também para as empresas, saber proteger sua privacidade online evita que informações confidenciais sejam vazadas e caiam em mãos erradas.


Veja a seguir como você pode proteger os seus dados.


Navegação segura


O conceito de privacidade online é algo muito complexo, afinal a internet é um espaço que coleta os seus dados a todo momento sem que nem ao menos você perceba.


Os cookies, por exemplo, fornecem informações como login, senha e itens deixados no carrinho de compra.


A princípio esses dados podem parecer sem importância, mas só pelo fato de você não ter controle de como esses dados são coletados e qual a finalidade deles, já é uma invasão de privacidade.


E essa invasão pode acontecer sem que nem ao menos você clique em nada. Recentemente uma empresa de mídia dos EUA divulgou que smartphones e outros dispositivos escutam conversas para apresentar anúncios.


Sabe quando você comenta com alguém que precisa de um computador novo, ou quer mudar de casa e poucos minutos depois ao abrir uma sua rede social começa a ver anúncios sobre esses produtos? É justamente assim que funciona esse tipo de ação. 


Essas informações foram divulgadas pela equipe de marketing do conglomerado de mídia estadunidense Cox Media Group (CMG), que afirmou ter a capacidade de ouvir as conversas dos consumidores de diferentes dispositivos como celulares e Smart TVs.


Além desses dados coletados de maneira “secreta”, também existem as redes sociais, um lugar no qual as pessoas muitas vezes não se preocupam em expor suas informações pessoais.


É preciso entender que a internet é um espaço acessado por milhares de pessoas e por mais que seja um ambiente digital, ele não é um universo paralelo.


A importância de se preservar na internet


Muitas pessoas acabam se esquecendo que por mais que a internet seja um ambiente online, ele ainda faz parte das nossas vidas.


Por exemplo, se uma pessoa desconhecida te para na rua, e pergunta seu nome, onde mora e qual o nome do seu melhor amigo, você vai achar estranho e muito provavelmente não vai responder nenhuma dessas perguntas.


Mas, por que fornecer todas essas informações nas redes sociais para milhares de pessoas desconhecidas?


Saiba que pessoas mal intencionadas se aproveitam dessa exposição da internet para coletar informações e usá-las para cometer golpes e ataques cibernéticos.


Afinal, o que as pessoas revelam sobre si no ambiente online, pode ser acessado por  todos. O que coloca a segurança dos dados em risco.


Por isso é essencial saber se proteger e preservar sua privacidade online, essas ações são importantes tanto para a sua vida pessoal quanto profissional.


Privacidade online e ambiente de trabalho


As pessoas podem pensar que a privacidade online diz respeito apenas sobre a vida pessoal, mas isso é um engano.


Caso informações pessoais caiam em mãos erradas, elas podem ser usadas para fins maliciosos, como roubo de identidade, fraude financeira ou espionagem.


O que coloca as empresas em risco e faz com que os colaboradores sejam a porta de entrada para os hackers.


Sendo assim, é fundamental que as empresas mostrem para os seus funcionários como a privacidade online é essencial para a vida de todos.


Isso pode ser feito por meio de conteúdos, que alertem sobre os riscos da exposição dessas informações, por meio de treinamentos ou avisos, que ajudem a conscientizar sobre o tema.


As pessoas precisam entender que sua vida pessoal e profissional passam pela privacidade online, dessa forma os cuidados com dados e informações precisam ser reforçados.


Como me proteger?


Como vimos a privacidade online é importante para todos, tanto no âmbito pessoal como profissional, é preciso estar atento às nossas informações e como elas são usadas, para nos proteger de ataques.


Cuidado com o que você posta


As redes sociais fazem parte das nossas vidas e fugir delas é muito difícil, dessa forma é preciso saber usá-las com segurança.


Para isso, tome cuidado ao informar os lugares que você frequenta, as redes sociais podem ser acessadas por muitas pessoas, além dos seus amigos pode ter alguma pessoa com má intenção.


Dessa forma, restrinja o acesso às informações de localização apenas para seus amigos e se mesmo assim quiser fazer check-in, faça quando estiver saindo do local.


Outro ponto importante é nunca falar sobre os seus bens financeiros nas redes sociais, criminosos podem ter acesso a essas informações e usá-las para aplicar golpes.


Também é importante se atentar às configurações de privacidade das redes sociais e definir quais informações serão exibidas publicamente e quais delas ninguém além de você pode ter acesso.


Por fim, tome cuidado com as fotos que você posta, não mostre a entrada da sua casa ou o local em que você trabalha, evite postar fotos dos seus carros, pois isso pode ajudar com que os criminosos identifiquem sua localização.


Fique de olho em suas senhas e acessos


As senhas costumam ser portas de entradas para os criminosos, por isso é recomendado alterar seus acessos regularmente, evitar usar a mesma senha em todas as contas e usar combinações complexas para evitar a invasão.


Pense que se você usa a mesma senha em todas as suas redes e em acessos da sua empresa, caso essa combinação seja descoberta, você pode colocar em risco a segurança da instituição em trabalhar.


Além disso, é fundamental usar a autenticação de múltiplos fatores e biometria, essas ações ajudam a aumentar a segurança da sua conta.


Se atente ao uso de ferramentas 


É importante ressaltar que as redes sociais não são as únicas que oferecem riscos à sua privacidade, algumas ferramentas públicas também podem comprometer a segurança dos seus dados.


Como é o caso do Google Drive e o DropBox, portanto nunca use essas ferramentas para anotar senhas ou guardar documentos.


Evite redes de Wi-Fi públicas


As redes Wi-Fi abertas são bem perigosas, pois elas não criptografam o tráfego, dessa forma qualquer pessoa conectada na mesma rede que você, pode tentar invadir seus dispositivos.


Sendo assim, sempre que acessar uma conexão pública, evite compartilhar dados sensíveis como senhas, número de cartões ou documentos.


Não forneça suas informações pessoais


Suas informações pessoais como documentos são muito importantes para serem divulgadas em qualquer situação, portanto leia e se informe ao preencher formulários, contratar serviços online e instalar aplicativos no seu dispositivo.


Faça uma análise sobre a real necessidade de fornecer as informações solicitadas. Na dúvida, não forneça seus dados pessoais. 


Além disso, saiba que os serviços e empresas, como bancos, não precisam validar dados por telefone, nunca forneça essas informações, você não sabe quem está do outro lado e qual a intenção dele.


Mantenha os softwares atualizados


Saiba que atualizar os seus softwares, não é uma simples ação, essas atualizações ajudam a proteger os seus dispositivos, caso contrário você abre brechas para que invasões aconteçam.


Dê atenção para todos os seus dispositivos, tanto pessoais como de trabalho, afinal você utiliza todos com frequência e pode acessar os dados de ambos, por isso se atente a essas atualizações constantes.


Se proteja do phishing 


Sabe quando você recebe uma oferta boa demais para ser verdade? Muito provavelmente ela não é real e se trata de um phishing, que é uma técnica utilizada por cibercriminosos para obter dados e informações pessoais.


Portanto, nunca clique em um link suspeito ou e-mails de empresas e pessoas que você não conhece, se atente às linguagem e designer dessas mensagens e desconfie de tudo.


O que fazer caso sua privacidade seja violada


Caso a sua privacidade online seja violada de alguma forma, saiba que existem leis que podem te proteger, as empresas podem ser responsabilizadas com penalidades que vão desde advertência à multa simples.


Sendo assim, você pode tentar entrar em contato com a empresa ou órgão, mediante requerimento para a obtenção de informações ou providência em relação a seus dados.


Além disso, é importante acionar a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), acerca de violação às normas de proteção de dados. 


Ou até mesmo exercer seus direitos em juízo, caso haja a necessidade da reparação pelos danos materiais ou morais sofridos. 


PhishX e a privacidade online


A PhishX auxilia as empresas em todo o processo de conscientização, como vimos a privacidade online é importante tanto na vida pessoal como na profissional, afinal todos estão expostos e precisam se proteger.


Somos um ecossistema que conta com treinamentos, simulações de phishing, disparos de campanhas e conteúdos sobre privacidade online, proteção de dados e outros temas importantes para o processo de conscientização.




Mulher asiática deitada com um celular na mão.
Manter sua privacidade online protegida é muito importante.


23 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page