top of page
  • Foto do escritorAline Silva | PhishX

Quais os riscos do WhatsApp no meio corporativo?

Os riscos são fatores inerentes às atividades de qualquer organização, seja ela de pequeno, médio ou grande porte. Sendo assim, para uma empresa conseguir progredir ela precisa saber lidar com essas ameaças, conseguir sobreviver às adversidades e mitigar os riscos.


Essas ameaças podem vir de qualquer parte, seja por meio de um e-mail, um comunicado ou uma mensagem de WhatsApp.


Muitas empresas no Brasil, inclusive, estão enfrentando sérias consequências devido ao aumento do uso de aplicativos de troca de mensagens entre seus colaboradores para tratar assuntos ligados ao trabalho.


Isso ocorre pois o WhatsApp vem crescendo de maneira significativa entre as empresas, e apesar de oferecer vantagens para a produtividade e colaboração das pessoas, preocupa os líderes de T.I, o setor jurídico e as áreas de compliance das organizações.


Saiba que a troca de mensagens nesses aplicativos oferecem grandes riscos às organizações, principalmente por se tratar de um recurso que não é homologado pela empresa, dessa forma qualquer pessoa pode ter acesso a essas informações e colocar em risco os dados de todos.


Como o WhatsApp é utilizado no meio corporativo


O WhatsApp é um dos aplicativos mais utilizados pelos brasileiros, isso se deve pela sua praticidade e agilidade na hora de se comunicar, seja com algum familiar ou colega de trabalho.


De acordo com uma pesquisa realizada pela Statista em 2022, o Brasil ocupa o segundo lugar no mundo em número de contas no aplicativo, somando mais de 147 milhões de usuários no país.


Se engana quem acha que o seu uso se restringe apenas para objetivos pessoais, segundo uma pesquisa da consultoria Croma Insights, o WhatsApp é usado no trabalho por 60% dos entrevistados, enquanto o e-mail é utilizado por apenas 20% das pessoas.


Por mais que esse aplicativo pareça inofensivo, saiba que o seu uso corporativo é um risco evidente para as organizações e pessoas que trabalham nela.


Isso ocorre pois a cada dia são registradas mais de 500 milhões de conversas entre pessoas e empresas no WhatsApp, e devido a sua facilidade muitas vezes documentos e informações confidenciais são trocadas através do aplicativo.


É preciso entender que o WhatsApp já faz parte da vida de todos os profissionais e proibir o seu uso não será tão efetivo. Dessa forma, é importante que se compreenda os riscos e, por meio deles, se crie uma cultura de conscientização.


Para que isso ocorra é importante determinar um caminho e seguir políticas que ofereçam suporte ao uso consciente do aplicativo.


Dessa forma, as equipes conseguem mitigar os riscos que essas novas ferramentas trazem, compreender suas armadilhas e estabelecer controles equilibrados e realistas para esses problemas.


Riscos gerados pelo uso do WhatsApp nas empresas


É importante que todos entendam os riscos por trás desse aplicativo. Esse é o primeiro passo para que se crie uma conscientização sobre o tema e dessa forma seja possível criar políticas de segurança e controle.


1. Proteção de dados


Como mencionado acima, o WhatsApp é um aplicativo que foge do controle da empresa, dessa forma não é possível ter o controle absoluto de todas as pessoas que possuem acesso a esse aplicativo.


Por exemplo, se a empresa possui um grupo, quais são os participantes? Existe alguma pessoa responsável em excluir os ex-funcionários dessas interações?

O celular da pessoa é de uso exclusivo dela ou filhos e outras pessoas possuem acesso às informações?


Todas essas questões precisam ser consideradas, pois elas aumentam as chances de perda de arquivos ou vazamento de dados. O que torna a proteção de informações da sua organização praticamente impossível.


Outro ponto que se deve ter atenção, é referente às obrigações de proteção de dados.

Com a implementação da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), as empresas precisam ter obrigações legais e mapear os dados pessoais que possuem. Portanto, é preciso verificar como os dados são armazenados e acessados.


2. Informações compartilhadas


O WhatsApp é um aplicativo usado principalmente para uso pessoal, devido a isso conversas de trabalho, famílias e amigos podem acabar se misturando. Dessa forma, informações confidenciais podem ser compartilhadas acidentalmente.


Com isso, algum dado importante e sensível pode ser vazado para alguma pessoa ou grupo pessoal, o que pode acarretar uma série de problemas, tanto para a empresa como para a pessoa que compartilhou essas informações.


Imagine que você tem uma empresa de lida com dados bancários dos seus clientes, caso qualquer dado dessas pessoas caia em mãos erradas, o prejuízo financeiro e legal será irreparável.


3. Respaldo legal


Algumas organizações utilizam o aplicativo para interagir com suas equipes. No entanto, ao permitir o uso de informações confidenciais em aparelhos pessoais, a instituição corre alguns riscos legais.O que pode gerar implicações legais ou em alguns casos investigações de fraudes.


4. Riscos de ataques


Por se tratar de um aplicativo de uso pessoal, as pessoas não prestam tanta atenção em suas conversas e com isso acabam clicando em links maliciosos ou caindo em golpes.

As ameaças incluem phishing, ransomware e invasão de privacidade.


No caso das empresas esse risco é ainda maior, pois existe um ataque chamado spear-phishing, onde a vítima é estudada e conhecida pelos criminosos, com isso eles conseguem o número de celular dessa pessoa, aumentando as chances de sucesso do ataque.


O objetivo desses ataques é obter transferências bancárias e roubar arquivos e dados confidenciais do negócio.


5. Perda ou roubo do aparelho


Todas as conversas, arquivos ou histórico de negociação trocados através do aplicativo podem desaparecer caso o celular seja furtado ou roubado. Isso implica que terceiros podem ter acesso a esse aparelho perdido e com isso acessar todas as informações.


Como elevar a segurança no WhatsApp?


A ação mais importante é a conscientização das pessoas quanto aos riscos envolvidos e as medidas de prevenção de segurança que devem ser tomadas.


É essencial que todos entendam que a segurança no WhatsApp ou em qualquer outro aplicativo, ou tecnologia, não é possível sem o comprometimento de todos.


Dessa forma, a empresa precisa investir em campanhas de conscientização e mostrar quais riscos os colaboradores e as organizações podem sofrer caso aconteça algum vazamento.


O aculturamento e a prevenção são sem dúvidas os passos mais importantes para resolver o problema.


Assim, o treinamento das pessoas consegue moldar o comportamento e gerenciar uma mudança na cultura de toda organização. Portanto, é importante entender que apesar de todas as ferramentas de monitoramento sempre haverá riscos.


Os colaboradores podem eventualmente instalar aplicativos e se tornarem atalhos para os cibercriminosos cometer ataques, por isso que quando falamos sobre segurança da informação o lado humano deve ser prioridade.


Pois é através das pessoas que se cria um processo de aculturamento, o que aumenta a conscientização sobre os riscos.


Entenda, as pessoas que trabalham na sua organização desejam fazer a coisa certa, elas só precisam de educação e treinamento para entender sobre os riscos de vazamentos e como evitá-los.


Além disso, é necessário que se crie uma política de segurança voltada para a empresa. Ao determiná-la é possível aplicar as condições sob as quais os aplicativos podem e devem ser usados.


Essa ação ajuda a estabelecer quais informações da organização podem ser compartilhadas por meio desses aplicativos.


Dessa maneira, essa política ajuda a delinear o uso corporativo e apropriado dos aparelhos celulares e quais aplicativos podem ser executados neles.


Outro ponto importante é o gerenciamento de dispositivos móveis, as organizações precisam ter controle sob os dispositivos que possuem acesso a informações confidencias. Somente dessa forma é possível estabelecer controles e aplicação de políticas.


Para garantir a segurança das organizações e dos seus dados, é fundamental que os funcionários tenham permissão para usar dispositivos emitidos pela empresa, pois esses aparelhos são equipados com software de gerenciamento de dispositivo móvel.


O que garante a segurança de todos, dessa forma a organização consegue identificar as informações compartilhadas nesses aparelhos e quais são os aplicativos instalados.


Com isso é mais fácil identificar os possíveis riscos e mitigá-los.


Como a PhishX pode ajudar a sua empresa a mitigar os riscos?


Saiba que a PhishX é uma solução de conscientização em segurança cibernética, o seu objetivo é treinar pessoas para que elas possam identificar e evitar ameaças e ataques cibernéticos.


Através do ecossistema da PhishX você consegue ter acesso a uma biblioteca completa de conteúdo com diversas informações sobre as ameaças no mundo digital e a partir disso criar sua própria campanha de conscientização.


Nossa solução consegue iniciar um processo de aculturamento e com isso, educar as pessoas sobre como elas podem identificar e responder às tentativas de fraude.

Tudo isso é feito por meio de treinamentos, testes e relatórios detalhados que garantem o envolvimento de todos.


Por meio de nossos materiais, a sua organização consegue criar campanhas específicas, como os riscos do uso do WhatsApp, através disso você consegue mostrar para todos que trabalham com você como identificar os riscos e evitá-los.


Além de todo o treinamento, temos funcionalidades que ajudam a identificar as vulnerabilidades dos aparelhos e saber de onde os seus funcionários acessam as informações da sua empresa.


Com isso você tem controle sobre o navegador que esse dispositivo costuma acessar, qual o provedor, IP, se o computador usado é homologado ou não, se essa pessoa está acessando os dados da empresa pelo computador pessoal, da empresa ou de outra pessoa.


Isso te dá um maior controle para identificar os futuros risco e a partir dessas informações iniciar o processo de conscientização sobre esse tema.


Conheça o ecossistema da PhishX


Como você pode observar no decorrer do texto, os riscos existem em todas as instituições e todas as pessoas estão sujeitas a sofrer ataques, a única forma de proteger esses crimes é por meio de um programa de conscientização.


Por isso a PhishX é uma ferramenta poderosa que auxilia as instituições a treinar os seus colaboradores a identificar possíveis ameaças, sejam no e-mail, SMS ou WhatsApp.


Ao implementar esse sistema, sua empresa consegue educar os seus funcionários e reduzir de maneira significativa os riscos de segurança da informação.


Compreenda que manter a segurança de dados da sua organização é uma necessidade. Entre em contato com o nosso time de vendas e conheça nossas soluções.



Mãos de mulher usando smartphone
O WhatsApp oferece uma série de riscos para a sua organização


25 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page