top of page
  • Foto do escritorRafael Iamonti

Black Friday: como realizar compras online com mais segurança

Com a aproximação de datas promocionais, como a Black Friday, que ocorre em novembro, muitas lojas também passam a oferecer grandes descontos. Mas é muito fácil cair em um golpe. Produtos que não chegam, preços que aumentaram antes das promoções, esses são apenas alguns exemplos.


As compras online cresceram ainda mais durante a pandemia. O fechamento dos comércios levou os consumidores a utilizarem os canais digitais para adquirir diversos produtos.


Separamos algumas dicas para que você possa fazer suas compras com muito mais segurança durante a Black Friday.


Dicas de segurança para fazer compras online na Black Friday


Comprar por sites e aplicativos pode ser tão seguro quanto fisicamente, porém existem alguns cuidados para que você não seja vítima de um golpe, ou sofra com dores de cabeça por causa de compras realizadas na Black Friday que não foram entregues.


Pesquise antes de fazer sua compra online na Black Friday


Estar atento à reputação da loja, ou do vendedor, é essencial antes de fazer sua compra. Para isso, você pode buscar referências de clientes e procurar por comentários em sites de reclamação, ou órgãos de defesa do consumidor. Além disso, você pode analisar avaliações de clientes.


Também é importante pesquisar quais são os contatos que o estabelecimento oferece para esclarecimentos de dúvidas que podem aparecer no momento da compra, ou posteriormente.


Observe e utilize os recursos de segurança


Lojas que possuem chat online e informações claras sobre os produtos e prazos de entrega são muito mais confiáveis. Dessa forma, dar preferência por sites que ofereçam recursos que facilitem a decisão de compra do cliente pode te trazer muito mais segurança para fazer compras online durante a Black Friday.


Procure acessar sites com o protocolo de segurança HTTPS. São aqueles que possuem um cadeado na barra do navegador, onde fica o endereço do site. Você também pode evitar fazer compras online acessando redes públicas de Wi-Fi, elas podem ser menos seguras.


Desconfie sempre antes de fazer qualquer compra na Black Friday


Datas promocionais são um prato cheio para criminosos aplicarem golpes e também roubar dados. Mas muitas lojas e grandes estabelecimentos também utilizam práticas que podem enganar o consumidor. Por esses motivos, é preciso estar sempre alerta.


Ofertas muito atrativas nem sempre são um bom negócio


Ofertas muito atrativas podem ser uma estratégia que criminosos utilizam para roubar dados e aplicar golpes. Mas também é uma prática que grandes lojas e estabelecimentos utilizam para afirmar que estão fazendo promoções, quando na verdade aumentaram os preços antes de aplicarem os descontos.


Você pode utilizar ferramentas que permitem monitorar os preços. Existem alguns sites que oferecem esses serviços. Dessa forma, você pode acompanhar se a promoção realmente vale a pena. Outro ponto importante é conferir se os preços não estão muito distantes do praticado pelo mercado, isso pode ser um indicador de que o anúncio é um possível golpe.


Cuidado com phishing


Procure não comprar itens que foram oferecidos em e-mails não solicitados, os famosos spam. Essas mensagens podem fazer parte da estratégia de criminosos que roubam dados sensíveis, como senhas e informações pessoais, conhecido como phishing.


Assim, é importante não fazer compras a partir de ofertas que chegaram por e-mails promocionais de lojas que você não é cliente. Você também deve desconfiar até mesmo dos e-mails enviados por lojas que você é cliente, mas não autorizou o envio de mensagens.

Essas mensagens não solicitadas podem ser tentativas de golpes para acessar informações sensíveis, como senhas e dados bancários

Conheça seus direitos


Conhecer os seus direitos é essencial para fazer uma boa compra. Ainda mais para se proteger de golpes ou de dificuldades relacionadas à compra.


O Código de Defesa do Consumidor garante a devolução de qualquer produto comprado pela internet, mesmo que o item não apresente defeitos. Até mesmo produtos que já foram abertos podem ser devolvidos dentro de um prazo de sete dias.

Portanto, a legislação brasileira permite que o comprador se arrependa da compra e devolva o produto em até sete dias após a data de recebimento.


A loja deve fornecer informações sobre a devolução e retornar todo o valor pago. Além disso, o vendedor é responsável pelas despesas postais em casos de devolução.


Caso algo dê errado em uma compra online, mesmo após tomar todos os cuidados, procure os órgãos de proteção ao consumidor.


Seguindo esses passos você pode comprar com muito mais segurança na Black Friday


Seguindo essas dicas, com certeza você poderá aproveitar a Black Friday com muito mais segurança.


Lembre-se de dar preferência por sites e lojas confiáveis, e estar de olho nos prazos de entrega. Também é importante verificar se existem garantias para a devolução do produto. Caso o item apresente defeitos, ou você simplesmente não tenha gostado, a loja deve fornecer informações sobre a devolução e retornar todo o valor pago.


Se você tiver problemas com a sua compra online, mesmo seguindo esses passos, procure um órgão de defesa do consumidor, como o PROCON.


Para conhecer mais dicas sobre como se proteger no mundo cibernético, você pode seguir o nosso canal no Youtube. Lá você encontra vídeos que vão te ajudar a ter mais segurança em seus dispositivos e formas para organizar sua vida digital.



Na imagem há uma pessoa segurando sacolas de compras e na legenda está escrito: Black Friday - como realizar compras online com mais segurança
Black Friday: Como realizar compras com mais segurança

Comentários


bottom of page