top of page
  • Foto do escritorAline Silva | PhishX

Gerenciadores de senhas são realmente seguros?

A tecnologia nos proporcionou uma série de serviços online que estão crescendo constantemente, isso significa que cada vez mais estamos criando logins e senhas.


Seja para utilizar uma rede social, realizar um pagamento bancário ou fazer compras, basicamente tudo que usamos hoje precisa de uma senha. E com tantos acessos, fica difícil memorizar todas as informações.


Por isso, os gerenciadores de senhas são uma ótima solução. Com eles, é possível guardar todos os logins e senhas em um só lugar. No entanto, surge a questão: serão eles realmente seguros?


Afinal, todas as suas informações estarão em um único lugar e, caso sejam acessadas, o prejuízo será imenso.


Abordaremos um pouco mais sobre os gerenciadores de senhas e se eles realmente garantem a segurança dos seus dados. Continue lendo para saber mais.


O que são gerenciadores de senhas?


Todos os dias nos deparamos com inúmeras notícias sobre vazamentos de dados pessoais em vários serviços online, o que causa um certo medo de que invasões coloquem a segurança dos nossos dados em risco.


Muito desse receio é que os cibercriminosos acessem nossas contas, as quais as credenciais de acesso estão armazenadas em seu gerenciador de senhas.


Por isso, é importante que você entenda o que são esses gerenciadores e como eles funcionam.


Essa é uma ferramenta criada para armazenar dados de login em um espaço seguro e criptografado.


O gerenciador normalmente é um aplicativo ou extensão de um navegador, que sugere senhas consideradas fortes para cadastros online e guarda essas informações. Para acessar esses dados, é preciso ter uma senha principal.


Ou seja, você cadastrar uma única senha para acessar o gerenciador, e essa ferramenta gera uma senha nova e única para cada aplicativo ou conta que você utilizar. Dessa forma, todos os seus logins vão estar seguros, dificultando o acesso dos criminosos. 


O objetivo é que as pessoas memorizem uma única senha e não precisem guardar dezenas de acessos que muitas vezes se perdem ou são esquecidos.

Com isso, podemos definir que um gerenciador de senhas é uma espécie de cofre virtual que permite armazenar credenciais de acesso a contas online.


A criptografia avançada oferecida por essas ferramentas faz com que elas sejam a melhor alternativa quando o assunto é armazenamento de senhas.


Isso porque, anotar e guardar seus acessos em casa, ou em qualquer lugar, pode colocar a segurança dos seus dados em risco.


Por que usar esse recurso?


Os ataques cibernéticos aumentam dia após dia, e os criminosos estão o tempo todo tentando invadir contas, aplicar golpes e extorquir suas vítimas. Por isso, é importante se proteger.


Ao dificultar o acesso desses cibercriminosos às suas contas, você consegue proteger os seus dados e os da empresa em que trabalha. Afinal, hoje usamos o celular para diversas coisas, por isso precisamos nos atentar.


Qualquer vazamento de dados, por mínimo que seja, pode colocar sua empresa em risco e gerar uma série de problemas. Por isso, se proteja.


Outro ponto importante dos gerenciadores é que eles são uma ferramenta prática, pois cada site tem suas regras e itens que cada senha deve conter. Dessa forma, guardar todas essas informações na memória ou, pior, em algum bloco de nota não é nada seguro.


Mas é seguro?


Bom, talvez essa seja a preocupação de todos, afinal, confiar seus acessos em um aplicativo e esperar que ele não seja invadido é algo que realmente causa desconfiança. Ainda mais com tantas notícias sobre invasões.


Para te ajudar a entender como essa ferramenta é segura, analisaremos o vazamento de dados que aconteceu em 2015 com o LastPass, um grande empresa de gerenciador de senhas.


A plataforma sofreu um ataque, e algumas autenticações foram acessadas de forma indevida. Entretanto, os cofres dos usuários continuaram protegidos, isso porque eles não são armazenados no mesmo lugar.


Com isso, as informações são salvas com proteção de hardware, o que dificulta e em muitos casos impede que a criptografia seja quebrada.


Viu? Os gerenciadores de senhas são bem mais seguros que o seu bloquinho de notas que fica perdido na gaveta e pode ser acessado por qualquer pessoa.


Mas para escolher o seu gerenciador é importante se atentar a algumas questões e sempre atualizar o software para a nova versão que estiver disponível. Saiba que essas atualizações tornam o sistema mais seguro contra ataques.


Outra vantagem dessa ferramenta é que ela é capaz de te ajudar a se proteger de tentativas de Phishing.


Isso porque o gerenciador só preenche automaticamente suas informações de login em sites que você já permitiu antes, garantindo que seus dados não sejam usados em sites maliciosos.


Dessa forma, caso você clique em um link que parece ser de um site oficial e a URL estiver diferente daquela já registrada no seu gerenciador, sua senha não será preenchida, o que evita que seus dados sejam expostos em um site falso.


Como utilizar um gerenciador?


Agora que você já sabe como funciona essa ferramenta e que ele é uma alternativa segura para armazenar seus logins e senhas, vamos te explicar um pouco melhor como utilizar esse recurso.


Pesquise


Em primeiro lugar, é importante que você pesquise sobre o assunto e veja qual ferramenta é melhor para a sua necessidade. Saiba que existem algumas modalidades de gerenciadores, por isso é importante conhecê-las.


Ao escolher o seu gerenciador, é fundamental que você busque por ele na loja de aplicativos do seu celular, como o Play Store e a Apple Store. Nada de clicar em links de sites desconhecidos. Busque pelo site do gerenciador.


Cadastre


Ao escolher o seu gerenciador, chegou a hora de se cadastrar. Nesse processo, é importante escolher a “senha mestra”, aquela que mencionamos no início do texto e que permite o acesso aos logins.


Para garantir a segurança, é importante que você escolha uma senha forte. Nada de 1,2,3 ou data de aniversário da sua mãe. 


Lembre-se, se alguém tiver acesso ao seu gerenciador, terá todas as suas informações em mãos. Não adianta usar essa ferramenta que criptografa senhas e ter um acesso que pode ser vulnerável.


Revise suas senhas


Feito o cadastro, é importante que você autorize o gerenciador a guardar os seus dados de login. Isso permite que, sempre que você for logar em algum site, seus acessos sejam digitados automaticamente.


Aproveite para redefinir suas senhas e gerar acessos únicos e diferentes para cada cadastro. 


Instale em outros dispositivos de segurança


Para ter acesso a essas informações em outros lugares, caso aconteça alguma coisa, é importante que você instale o gerenciador em outros dispositivos. Dessa forma, é possível acessá-los em caso de roubo ou perda desses aparelhos.


Uma dica para aumentar a segurança desses gerenciadores é bloqueá-los após um período de inatividade. Esse ajuste permite que seus dados fiquem mais seguros.


Phishx e proteção de dados

Como vimos, manter os acessos seguros é importante para todos, tanto para a vida pessoal como para a profissional. Afinal, um vazamento coloca a segurança de todos em risco.

Ter acessos seguros e criptografados é importante em todos os ambientes, principalmente no de trabalho.


A PhishX é um ecossistema voltado para a conscientização em segurança da informação. Contamos com uma plataforma que auxilia as empresas a educar os seus colaboradores sobre a importância da cibersegurança.


Além disso, disponibilizamos conteúdos diversos como cartilhas, vídeos e treinamentos que apresentam os riscos que senhas fracas podem oferecer para a segurança, além de diversos outros temas importantes sobre o assunto.


Nossa plataforma também permite que sejam feitas campanhas e simulações de phishing, que preparam as pessoas para que elas saibam identificar esses ataques.




Mulher sentada em frente a uma mesa mexendo no celular.
Os gerenciadores protegem você e seus acessos.

20 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page